quarta-feira, 10 de março de 2010

Realismo e partidas na altitude são destaque em game da Copa do Mundo

O G1 jogou ‘2010 Fifa world cup’ em evento da Electronic Arts na GDC.
Título terá modo on-line que recria todas as etapas da Copa.


Na noite desta terça-feira (9), a produtora Electronic Arts realizou um evento durante a Game Developers Conference (GDC) para apresentar a linha de jogos esportivos que serão lançados até o final de 2010. O destaque da apresentação, realizada em um restaurante no centro de São Francisco, nos EUA, foi o game de futebol oficial da Copa do Mundo, o “2010 Fifa world cup”.

O jogo traz 199 seleções mundiais e permitirá que o jogador leve qualquer uma delas para a Copa do Mundo. No titulo, que será lançado no dia 27 de abril para Playstation 3, Xbox 360, PSP, Wii e iPhone, estarão disponíveis os 10 estádios oficiais da competição e outros feitos para representar as seleções durante a fase das eliminatórias. O game traz a opção de jogar toda a competição, desde as eliminatórias, ou apenas a etapa final, que acontecerá na África do Sul.

Foto: Divulgação

Gráficos apresentarão mais detalhes com destaque para o gramado e para a iluminação. (Foto: Divulgação)

O G1 teve acesso ao game durante o evento da Electronic Arts e a sensação é de que os produtores conseguiram transmitir ao jogador a sensação de se estar em uma Copa do Mundo. Em cada partida há uma explosão de fogos de artifício que recebem as duas seleções que se enfrentarão no gramado, a torcida aparece com camisas e cornetas, fazendo a maior festa, e a chuva de papel picado suja o gramado. “Nosso objetivo foi tentar passar o clima de se estar em uma Copa do Mundo para os gamers”, conta Matthew Prior, produtor de “2010 Fifa world cup”.

O produtor quis destacar que a novidade em “2010 Fifa world cup” é a influência da altitude nas partidas. “Em um confronto em Johanesburgo, que está há quase 2 mil metros de altitude, por exemplo, os jogadores cansarão mais e a bola andará mais rápido”, explica Prior. “No caso de uma partida na Bolívia, este efeito, mesmo que sutil, será ainda maior”. Prior afirma que a inspiração para a inclusão deste elemento veio depois que a Argentina perdeu por seis gols para a Bolívia, durante as eliminatórias sul-americanas. “É um elemento sutil, mas que traz mais realidade às partidas”.

Foto: Gustavo Petró/G1

Evento da Electronic Arts apresentou o game oficial da Copa do Mundo para jornalistas em São Francisco, nos EUA (Foto: Gustavo Petró/G1)

Os técnicos dos times aparecem e se cumprimentam antes da partida e, no decorrer do confronto, demonstram emoções de acordo com o desempenho dos atletas em campo. Com isso, em uma partida entre Brasil e Argentina, a reportagem pôde ver os técnicos Dunga e Maradona darem instruções aos seus pupilos e ficarem desesperados a cada gol perdido. São detalhes pequenos, mas que fazem toda a diferença para os fãs de games de futebol.

Durante a escolha das seleções para a partida, o jogador poderá navegar por um globo, visualizando onde se encontra o país no qual ele usará na partida.


A torcida não é apenas um elemento estético como nas versões anteriores da série. Ao jogar em casa durante as eliminatórias Copa, ela ajuda a empurrar o time em busca da vitória ou até mesmo para reverter um placar desfavorável. Desse modo, partidas for a de casa se tornam um pouco mais difíceis e, ao jogar em casa, o jogador pode conseguir uma leve vantagem.

O time de produção pegou todos os elementos que deram certo em “Fifa 10” e ajustaram o que não estava tão bom. “Realizamos algumas melhorias, para que os gamers no sentido de impedir as jogadas ‘batidas’ presentes no titulo anterior”, explica Prior. “Agora, está mais difícil fazer um gol por cobertura, por exemplo”.

Os ajustes no sistema de física deixaram os confrontos mais difíceis, prezando a habilidade do jogador. Em um contra-ataque, por exemplo, se o zagueiro for pego desprevenido, ele leva segundos preciosos para dar uma arrancada e alcançar sua velocidade máxima em direção ao atacante, como na vida real. As roubadas de bola também sofrem influência da física: um jogador mais forte e pesado tem mais chances de roubar a bola de um atleta magrinho, ainda mais se este vier correndo de encontro ao adversário.

Para conseguir realizar ataques com eficácia, uma vez que a forte marcação dos adversários nesta versão está mais precisa, é necessário trocar passes rápidos e explorar algumas brechas na defesa. Dificilmente se consegue enfiar uma bola pela defesa, ainda mais de seleções fortes como a do Brasil, da Alemanha e da Argentina, por exemplo.

Foto: Gustavo Petró/G1

O produtor Matthew Prior afirma que trabalhou para o game passar sensação real de se estar em uma Copa do Mundo. (Foto: Gustavo Petró/G1)

Quem gosta de jogar on-line contra outras pessoas poderá participar de todas etapas da Copa do Mundo pela internet. “Um sistema de ranking medirá a habilidade do jogador e o colocará em confrontos contra outros de mesmo nível, tanto nas eliminatórias quanto nas finais da Copa”, afirma Prior. “Este modo só foi possível por conta da grande quantidade de fãs que jogam ‘Fifa 10’ pela internet ao redor do mundo”.

O sistema on-line verificará em que fase da Copa o jogador estará, colocando contra adversários que se encontram com suas respectivas seleções na mesma fase. Não é preciso participar de partidas com dias marcados, como ocorre no modo Live Season de “Fifa 10”, no qual as partidas acontecem de acordo com a rodada da semana no “mundo real”. O sistema também identifica o nível de habilidade dos adversários, evitando que o jogador fique frustrado ao pegar adversários mais difíceis. “Acreditamos que este será o modo de jogo que fará mais sucesso em ‘2010 Fifa world cup’”.

Similar ao modo Be A Pro de “Fifa 10”, que permite escolher e controlar apenas um jogador do time no gramado, o game da Copa do Mundo traz o modo Capitain your Country. Nele, será possível criar um atleta ou selecionar um que já faça parte de uma seleção e ir aprimorando suas habilidades a cada rodada. “No final da Copa, será ele, o próprio jogador que levantará a taça”, afirma Prior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...