domingo, 13 de abril de 2014

Os 5 trabalhos mais degradantes do mundo

Se você está insatisfeito com seu trabalho ou com o salário da ganha, fique sabendo que a situação sempre pode piorar. Essa possibilidade, no entanto, só não é viável para quem já chegou ao fundo do poço e exerce as funções mais degradantes que o ser humano poderia desempenhar para tentar manter o mínimo do necessário para suas famílias.
Se você acha que isso é exagero e que não existem pessoas em tais situações pelo mundo, fique sabendo que esse é o maior de seus enganos! Muita gente, nesse planeta à fora, está abaixo do limite da dignidade, na miséria financeira total e sem perspectivas de mudanças. Exemplo disso são os cinco trabalhos mais degradantes que já existiram:

1. MINEIRO NA RATOEIRA NEVADA





Mineiro na ratoeira nevada, curiosidades, trabalhos degradantes


Nesse lugar, as pessoas trabalham em condições subumanas e sempre com medo. Se por acaso acontecer um deslizamento, de 10 centímetros que seja, é o fim dos que tiram a “sobrevivência” da mineração, na bacia do Donbás. Quem trabalha aí procura carvão em filões, antigamente chamados de “ratoeiras”. Fora da mina, as mulheres carregam o carvão em meio à neve, até duas toneladas por dia cada uma.

2. METALÚRGICO NA CHINA

Metalúrgico na China, curiosidades, trabalhos degradantes

Os maiores fornos da China, e talvez do mundo, estão no noroeste do país, na província de Liaoning. Nesse lugar, milhares de pessoas trabalham, com cargas horárias exaustivas, fundindo ferro e aço para a maior parte dos demais países. O que mais impressiona é que, há mais de meio século, as condições de trabalho nesses lugares são as mesmas… nunca houve qualquer sinal de melhoria ou um pequeno aceno dos direitos trabalhistas a esses metalúrgicos.

3. DESMONTADORES DE PETROLEIROS

Desmontadores de petroleiros, curiosidades, trabalhos degradantes

Os pastunes, principal grupo étnico dos talibãs, são pobres e acabam procurando lugares como Gaddani, um porto do Paquistão convertido em cemitério de barcos gigantescos, para ganhar algum dinheiro. Nesse lugar, milhares de trabalhadores desmancham cargueiros e petroleiros para convertê-los em placas de aço, correndo o risco de despencarem das embarcações que têm, em média, 80 metros de altura.
Os desmontadores trabalham durante um ano e depois, com sorte, podem voltar durante um mês para suas casas. A forma com que são pagos nunca foi suficiente e essa é uma boa forma de garantir que eles retornem aos ofícios, depois das “férias”.

4. ABATEDORES EM PORT HARCOURT


Abatedores em port harcourt, curiosidades, trabalhos degradantes
Na Nigéria, um dos países mais pobres da África, entre outros tantos empregos degradantes, está o de abatedor, no matadouro de Port Harcourt, uma cidade petroleira. Durante sua jornada, os trabalhadores desse lugar arrastam pesadas carcaças de vaca pela lama para levá-las até a fogueira, onde são assadas e vendidas. No final do dia, se nenhum acidente grave acontece, muitos completam seu miserável salário com outros trabalhos, como o de moto-táxi.

5. MULA HUMANA NO KAWAH IJEN


Mula humana no kawah ijen, curiosidades, trabalhos degradantes

Todos os dias dezenas de homens sobem ao vulcão indonésio Kawah Ijen para arrancar enormes blocos de enxofre, por um salário miserável. Em meio às fumaças tóxicas, eles descem carregados como mulas, com mais de 100 quilos de mineral em seus ombros, deformando suas costas.

Fonte: macaco velho

Download Homem de Aço - Man of Steel

Homem de Aço - Man of Steel

Não recomendado para menores de 12 anos 
Nascido em Krypton, o pequeno Kal-El viveu pouco tempo em seu planeta natal. Percebendo que o planeta estava prestes a entrar em colapso, seu pai (Russell Crowe) o envia ainda bebê em uma nave espacial, rumo ao planeta Terra, e levando com ele importantes informações de seu povo. Contrariado com tal atitude, o General Zod (Michael Shannon) tenta impedir a iniciativa e acaba preso. Já em seu novo lar, a criança foi criada por Jonathan (Kevin Costner) e Martha Kent (Diane Lane), que passaram a chamá-lo de Clark. O tempo passa, seus poderes vão aparecendo e se tornando, de certa forma, um problema, porque isso evidencia que ele não é um ser humano. Já adulto, Clark (Henry Cavill) se vê obrigado a buscar um certo isolamento porque não consegue resistir aos salvamentos das pessoas e sempre precisa sumir do mapa para não criar problemas para seus pais. Mas o terrível Zod conseguiu se libertar e descobriu seu paradeiro. Agora, a humanidade corre perigo e talvez tenha chegado a hora das pessoas conhecerem aqueles que passarão a chama de o Super-Homem.



Uniforme do herói

Curiosidades sobre O Homem de Aço
Apesar de Zack Snyder desejar manter o uniforme tradicional do herói, O Homem de Aço conta com uma mudança significativa no traje do Superman, que foi modernizado e não conta com a famosa cuequinha vermelha.


Lançamento (2h23min
Dirigido porZack Snyder
ComHenry CavillAmy AdamsMichael Shannon
GêneroAção , Aventura , Fantasia






Homem de Aço - Man of Steel - Aúdio Inglês - Legenda Português
Tamanho: 975 MB / Download AQUI

Torre Eiffel vai produzir energia limpa e filtrar água da chuva

Torre Eiffel, planeta sustentável


A capital francesa anda dando show de sustentabilidade: depois de liberar o transporte público gratuito por um fim de semana para combater a poluição e adotar rodízio rigoroso de veículos,Paris vai esverdear um de seus maiores símbolos, a Torre Eiffel.
A edificação está passando por uma série de obras no primeiro andar. Entre elas, a instalação de painéis solares e turbinas eólicas para que passe a produzir energia limpa para autoabastecimento. O consumo energético no local, inclusive, deve diminuir bastante, já que todas as lâmpadas serão trocadas por modelos LED, que são mais econômicos.
E não é só isso: a Torre Eiffel ainda contará com sistema de captação de água da chuva e medidas de acessibilidade. Se todas as novidades verdes não forem suficientes para estimular os turistas a visitar o símbolo de Paris, tem mais. Com a reforma, o local vai ganhar museu ao ar livre, anfiteatro e piso transparente, para que os visitantes possam enxergar o chão a 57 metros de altura.
As obras de restauração, projetadas pelo escritório de arquitetura Moatti-Rivière, vão custar 24,9 milhões de euros e devem terminar no final de 2014. Partiu França para conferir o resultado?
Foto: Tom Bricker/Creative Commons

domingo, 6 de abril de 2014

E se não houvesse noite?

E se não houvesse noite?, noite, dia, sol


Uma megalomaníaca, hollywoodiana intervenção humana poderia instalar über-refletores na órbita da Terra e assim acabar com a escuridão. Mas, até este momento da história, não há motivo para fazer algo tão faraônico. Então fiquemos com a alternativa astronômica. A única maneira de não haver noite é pela sincronização dos movimentos da Terra. Ou seja, se a rotação fosse igual à translação. Só assim o mesmo lado do planeta daria toda a volta ao redor do Sol sem deixar de ser iluminado. E, para isso, a velocidade da Terra no Sistema Solar deveria ser constante, o que implica uma órbita circular, e não elíptica. Mesmo com essas condições, seria dia para sempre somente em um lado do planeta. No outro, noite eterna. Um lugar inóspito, com temperaturas que podem ser baixas como as dos polos e onde as formas de vida seriam diferentes das do lado iluminado. Algo como as profundezas abissais dos oceanos, mas na superfície. Teríamos dois planetas em um só. "Em movimento sincronizado, as condições climáticas seriam radicalmente diferentes. Dificilmente haveria a explosão da vida", diz o astrônomo da USP Enos Picazzio.

No lado iluminado, as coisas tampouco seriam fáceis. A vida na Terra está programada para reagir à luz. A galinha, por exemplo, é fotossensível. Em condições naturais, ela só bota ovos quando o Sol nasce. Com ele a pino sempre, a ave como conhecemos dificilmente existiria. Já as plantas vivem de acordo com a duração da noite e do dia. Em noites curtas, como no verão, elas crescem. Na primavera, elas florescem. "A ausência de sinais temporais poderia impedir a floração e a produção de frutos", diz Sergio Tadeu Meirelles, biólogo da USP. A vida como um todo seria adaptada não às andanças do Sol no céu, mas à imobilidade dele. E ele não serviria mais para contarmos o tempo. Essa função seria da Lua.



Noite e Dia Eterno, dia, noite


Cruzeiro para o crepúsculo
Quase não veríamos a Lua - mas ela continuaria importante

Piratas emos
Devido à volta da Lua ao redor da Terra, por 15 dias ela ficaria no lado claro, escondida. Nos outros 15, estaria a pino, na escuridão. O fenômeno chamaria a atenção na parte iluminada, mais rica e povoada. Turistas iriam ao escuro, guiados por habitantes das trevas, gente à margem da sociedade.

Pobres e pequenos
Nosso organismo foi feito para repousar no escuro. Sem ele, precisaríamos de câmaras de sono. Quem não tivesse dinheiro para isso teria problemas como pressão alta e estresse. E seria baixinho: o hormônio do crescimento age principalmente durante o sono.

Feliz 1433
O dia como o conhecemos é o tempo em que a Terra dá uma volta em seu eixo, a rotação. Como ela teria o mesmo tempo que a translação, um dia seria igual a um ano. Bizarro. Então a ideia de dia seria determinada pela Lua, cujo movimento em volta da Terra tem cerca de um mês. Não é absurdo. Há calendários baseados na Lua, como o islâmico.

Robin das trevas
A influência da noite na cultura seria outra. O Pink Floyd, se existisse, gravaria The Dark Side of the Earth. Caetano Veloso cantando "Às vezes no silêncio da noite"? Esqueça. E não teríamos tanto convívio com os morcegos. Ou seja, Drácula e Batman não existiriam. Mas o lado escuro inspiraria tanta curiosidade que viveríamos obcecados por lendas de monstros no lado de lá.

Pelos, por que tê-los?

Os animais seriam pelados. Ou teriam pelos (e penas) muito curtos, provavelmente brancos, para refletir o sol e diminuir a temperatura corporal. Na parte escura do planeta não haveria plantas, pois não haveria luz para fazer fotossíntese. Então todos seriam carnívoros, com olhos ultrassensíveis para enxergar à noite.



Fonte: Superinteressante, Enos Picazzio, professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP;Glândula Pineal e Melatonina, de Regina Pekelman Markus e Solange Castro Afeche, entre outros (Instituto de Ciências Biomédicas da USP); Sergio Tadeu Meirelles, professor do Instituto de Biociências da USP.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Como instalar o WhatsApp no computador

WhatsApp é um aplicativo gratuito de troca de mensagens que, a princípio, está disponível apenas para smartphones. Entretanto, se você não possui um celular poderoso com suporte a aplicações é possível usá-lo no computador.
Para acessar o mensageiro no PC, é preciso cadastrar um novo número, uma vez que o WhatsApp não permite que o acesso sincronizado de contas. Veja neste tutorial do Mega Interessante como instalar o WhatsApp no computador.
Passo 1. Baixe e instale o BlueStacks, aplicativo que emula o Android no Windows. Para mais informações, acesse esse outro tutorial;
Passo 2. Ao concluir a instalação e configuração do BlueStacks, clique sobre o botão azul de uma lupa para pesquisar por aplicativos;


Página inicial do BlueStacks
Passo 3. Na janela que se abre, digite “WhatsApp” (sem as aspas) e clique em “Find”;



Passo 4. O BlueStacks permite que o usuário instale aplicativos de diversas lojas. Sempre que possível, prefira a loja do Google. Para continuar, clique sobre o ícone “WhatsApp Messenger” na terceira coluna;



Passo 5. Caso seja o primeiro aplicativo que você está instalando, é necessário concordar com os termos de serviço do Google Play. Para isso, clique em “Aceitar”;



Passo 6. Na página do WhatsApp, clique em “Instalar”;


Página do WhatsApp no Google Play 
Passo 7. Para dar início a instalação, clique em “Aceitar e fazer download” e aguarde até que o aplicativo seja baixado e instalado;


Instalando WhatsApp no BlueStacks
Passo 8. Quando o Android informar que o app foi instalado, clique no botão central que aparece na base da janela para acessar o menu do BlueStacks. Na página inicial, clique em “My Apps” para ver seus aplicativos instalados;


Aplicativos instalados
Passo 9. Por fim, clique em “WhatsApp” para abrir o aplicativo.


WhatsApp rodando no computador

Pronto! O WhatsApp está instalado e, após a configurá-lo utilizando seu número de telefone, pode ser usado normalmente, como se você estivesse em um celular (no caso, Android).



Fonte: Techtudo

BlueStacks Download App Player

Do smartphone para o PC: rode aplicativos e games do Android diretamente no Windows
BlueStacks, android, whatsapp, bluesStacks Whatsapp


Você tem vontade de experimentar como funciona o Android, porém não possui um aparelho compatível?
Para as pessoas que desejam ter contato com o sistema operacional da Google para dispositivos móveis, mas não têm acesso a um smartphone, surgiu o BlueStacks.
Este programa permite que aplicativos e jogos do SO da Google sejam executados diretamente no computador. Assim, você pode rodar alguns softwares que antes estavam disponíveis somente em smartphones. Em sua atual versão, o BlueStacks oferece dezenas de apps para que você torne sua rotina na frente do PC mais prática e divertida.

Um pouco do Android

Por padrão, o BlueStacks oferece alguns aplicativos já pré-carregados. Entre os programas oferecidos, você encontra alguns muito famosos, como os games da franquia Angry Birds ou alguns softwares de organização pessoal, como o Evernote, por exemplo.

Novo dock

Nesta nova versão, o BlueStacks ganhou também uma bela repaginada em sua interface, alterando boa parte do funcionamento do software. Agora, após tê-lo instalado em seu computador, você não ganha somente um botão para acessar as suas principais ferramentas, mas também um pequeno dock que fica posicionado na parte superior da tela.
BlueStacks - dock
Nele, você é capaz de encontrar atalhos para as principais lojas de aplicativos para Android, encontrar os seus programas preferidos, ver quais são os mais baixados e, se quiser, conectar o seu smartphone ao programa. E caso você não tenha curtido esse dock, não tem problema: basta clicar no botão “X” para que ele seja minimizado e, em seu lugar, um discreto atalho surja na parte superior direita da tela do seu computador.


Interface remodelada

Já na tela principal do BlueStacks, você encontra uma espécie de emulador de telefone com sistema Android. No seu primeiro acesso, por exemplo, é preciso cadastrar-se no Google Play, mercado de aplicativos da companhia, para conseguir baixar programas por meio dele. Tudo de maneira muito semelhante à encontrada em telefones com o SO.
Com relação aos botões do programa propriamente dito, ao acessar a página inicial do BlueStacks você encontra sugestões de download, além de atalhos para todos os softwares que você já baixou. Dessa forma, basta clicar naquele que deseja executar para que ele comece a rodar da mesma forma que funcionaria em um telefone com Android.


Além disso, há também um pequeno campo que permite a realização de pesquisas, tudo para que você encontre todos os aplicativos que desejar. Os resultados são mostrados em vários mercados de programas, como o Google Play, GetJar ou Amazon Apps. Assim, caso o download não aconteça de forma automática, você ainda tem a chance de escolher de onde quer puxar o software desejado.

Sincronização do smartphone com o PC

Mais do que apenas rodar softwares do Android no computador, este programa conta com um recurso para a sincronização de apps entre o seu smartphone e o PC. Para que isso seja possível, você precisa instalar o BlueStacks Cloud Connect no seu aparelho.

BlueStacks Download - Tamanho 9MB


Opção 01 - Download

Opção 02 - Download

Para Baixar é só clicar em uma das opções e aguardar 5 segundos na página seguinte
Abraços



Fonte: Baixaki

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

9 Casos de pessoas que desaparecem misteriosamente

Imagine se ninguém nunca descobrisse onde está o Wally? Comprovando que a realidade às vezes é muito mais misteriosa que a ficção, ao longo da história muitas pessoas desapareceram sem deixar rastros, criando mistérios que duram anos – ou até séculos. Para deixar você com a pulga atrás da orelha, a listamos 9 casos de pessoas que desapareceram misteriosamente:

1. Os príncipes da Torre de Londres

Os príncipes da Torre de Londres, sumiços misteriosos

Ano: 1483

Já que estamos falando de casos enigmáticos, nada melhor do que começar a prosa com um mistério que se prolonga há quase 600 anos (!). O desaparecimento dos dois filhos do Rei Eduardo IV da Inglaterra intriga o mundo desde o século 15. Depois da morte do monarca, seu filho, Eduardo V, que então tinha 12 anos, seria o herdeiro do trono. Mas, para quem é fã de Game of Thrones, o que aconteceu depois não é surpresa: o irmão de Eduardo, Ricardo de Gloucester, fez com que o Parlamento declarasse ilegítimos os filhos do rei. E assim, o usurpador chegou ao trono e virou Ricardo III. Além de roubar a coroa, o tio malvado prendeu os jovens irmãos na Torre de Londres. Depois disso, eles nunca mais foram vistos – e até hoje não se sabe ao certo que fim eles tiveram. Em 1674, dois esqueletos, possivelmente dos herdeiros destronados, foram encontrados no castelo.

2. Louis Le Prince

Louis Le Prince, sumiços misteriosos

Ano: 1890
Quem sabe um pouquinho sobre história do cinema com certeza já ouviu falar dos pioneiros Thomas Edison e irmãos Lumière, mas, muito provavelmente, desconhece a existência de Louis Le Prince. O francês, por muitos anos deixado fora dos livros, é hoje creditado como o “Pai da Cinematografia”. Utilizando uma câmera de lente única e uma película de papel, Le Prince filmou as primeiras sequências de imagens em movimento em 1888, três anos antes de Auguste e Louis Lumière realizarem seu primeiro filme. Mas Le Prince sumiu antes de conseguir apresentar publicamente seu trabalho: em 1890, o pioneiro do cinema embarcou em um trem na cidade de Dijon, na França, rumo à Paris, e nunca mais foi visto. The End.

3. Percy Fawcett
Percy Fawcett, sumiços misteriosos

Ano: 1925
Arqueólogo e explorador, o britânico Percy Fawcett começou a fazer expedições na América do Sul em 1906. Seu destino era a Amazônia brasileira. Depois disso, Fawcett se aventurou em outras sete expedições pelo continente. Em 1925, o arqueólogo partiu para a Serra do Roncador, em Barra do Garças, no estado do Mato Grosso, com um objetivo inusitado: encontrar “Z”, uma cidade perdida sobre a qual havia ouvido diversas lendas. Só que nem a cidade, nem o explorador foram encontrados. Percy e seu filho Jack, que o acompanhou na viagem, desapareceram misteriosamente na região do Alto Xingu.

4. Agatha Christie
Agatha Christie, sumiços misteriosos

Ano: 1926
Este caso deixaria Hercule Poirot bastante intrigado. Agatha Christie, criadora do famoso detetive belga e autora de mais de oitenta obras de suspense, desapareceu misteriosamente em 1926. Seu sumiço aconteceu pouco depois da escritora britânica descobrir que seu marido, Archie, estava tendo um caso e queria o divórcio. Se fosse uma obra da ficção, o marido certamente levaria a culpa, mas na vida real a história foi diferente. Onze dias depois, Agatha foi avistada em um hotel em Yorkshire. Ufa! A Rainha do Crime preferiu manter o mistério e nunca explicou o motivo de seu desaparecimento. Até um livro foi escrito sobre o episódio: em Agatha Christie and the Missing Eleven Days (“Agatha Christie e os onze dias perdidos” em português), Jade Cade tenta desvendar o caso conversando com pessoas próximas da escritora. Mas a verdade é que Christie levou esse segredo para o túmulo.

5. Walter Collins

Walter Collins, sumiço misterioso
Walter e Arthur
Ano: 1928
O pequeno Walter Collins tinha apenas 9 anos quando desapareceu de sua casa, em Los Angeles. O caso ganhou as manchetes e a busca da polícia era retratada como um grande fiasco. A pressão pública aumentava até que, cinco meses depois do desaparecimento, um garoto identificado como Walter foi encontrado no estado de Illinois. Para melhorar a imagem do Departamento de Polícia, a reunião entre mãe e filho foi transformada em um evento para a imprensa, com garantia de lágrimas, abraços e pose para a foto. O problema foi que, ao chegar lá, Christine, a mãe do garoto, apontou um pequeno problema: aquele não era o filho dela. Fuén.
O que seria apenas mais um fiasco para a polícia, se transformou em um caso surreal: o encarregado pelo caso, Capitão J. J. Jones, sugeriu que Christine levasse o garoto para casa de todo jeito, “só para ter certeza”. Quando Christine insistiu que o garoto não era seu filho, ao invés de admitir a confusão, a polícia escolheu interná-la em um hospital psiquiátrico! Christine só foi solta quando o garoto admitiu ter mentido – seu nome real era Arthur Hutchins Jr., de 12 anos. O caso absurdo inspirou, em 2008, o filme A Troca, dirigido por Clint Eastwood e estrelado por Angelina Jolie. Foi descoberto depois que o Walter de verdade foi uma das vítimas da série de sequestros e assassinatos conhecidos como “Wineville Chicken Murders”.

6. Amelia Earhart
Amelia Earhart, sumiço misterioso

Ano: 1937
Amelia Earhart merecia o título de Rainha dos Ares. Primeira mulher a voar sozinha sobre o oceano Atlântico, ao longo de sua carreira nas alturas ela acumulou recordes e participou ativamente no incentivo à formação de novas pilotos, além de ter sido importante defensora dos direitos das mulheres. Foi ao tentar estabelecer um novo marco que a pioneira da aviação desapareceu no oceano Pacífico: seu objetivo era conduzir, junto de Fred Noonan, o mais longo voo de volta ao mundo, que seguiria a rota equatorial, completando um percurso de 47 mil quilômetros. Mas algo deu errado: a comunicação pelo rádio falhou e Earhart nunca chegou à Ilha de Howland, destino da aviadora. O caso permanece misterioso já que, até o dia de hoje, nem a aeronave e nem os ocupantes foram encontrados.

7. Antoine de Saint-Exupéry
Antoine de Saint-Exupéry, sumiço misterioso

Ano: 1944
Você com certeza sabe que “tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas” mas talvez não saiba que, além de escritor, o francês Antoine de Saint-Exupéry era aviador. O pai d’o Pequeno Príncipe trabalhou em rotas de correio aéreo na Europa, África e América do Sul até a Segunda Guerra Mundial, quando se juntou à Força Aérea Francesa. Em 1944, Saint-Exupéry partiu para uma missão de reconhecimento em um território francês ocupado por alemães. Para o choque de todo o mundo, o escritor desapareceu sem deixar traços. Foi somente em 1998 que um bracelete com seu nome foi encontrado por um pescador. Em 2004 foi confirmado que os restos do avião Lockheed F-5B, encontrados em 2000, pertenciam à aeronave que Saint-Exupéry pilotava.

8. As crianças Beaumont
As crianças Beaumont, sumiço misteriosos
Ano: 1966
Um simples passeio resultou na maior investigação policial da Austrália. Os irmãos Beaumont, Jane Nartare, de 9 anos, Arnna Kathleen, de 7, e Grant Ellis, de 4, desapareceram no dia 26 de janeiro de 1966. Naquele dia, foram desacompanhados até uma praia e nunca mais voltaram. Durante um ano, relatos de pessoas que diziam terem avistado as crianças juntas de um homem mantiveram o caso em evidência. Mesmo sem qualquer pista sobre o paradeiro dos Beaumont, a investigação se estendeu por 40 anos e pode ser, em breve, levada para o cinema.

9. Oscar Zeta Acosta
Oscar Zeta Acosta, sumiço misterioso
Ano: 1974
Oscar Zeta Acosta foi um advogado americano, um ativista e um personagem da vida real. Talvez você nunca tenha ouvido seu nome mas, se for fã do jornalista e escritor Hunter S. Thompson, provavelmente o conhece como “Dr. Gonzo”. Foi ao lado de Oscar que Thompson partiu em uma na viagem em busca do Sonho Americano – usando um bocado de drogas para isso. A aventura foi imortalizada no livro Medo e Delírio em Las Vegas (na adaptação cinematográfica de 1998, Oscar é vivido por Benicio del Toro). A vida emocionante do Dr. Gonzo acabou resultando em uma história com final incerto: em uma viagem para o México, em maio de 1974, o advogado desapareceu. Seu paradeiro continua sendo desconhecido.




Fonte: superinteressante
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...