quarta-feira, 10 de março de 2010

Neymar ou Ronaldinho? Quem faz mais sombra em Dunga?


Neymar vai superar a "sombra Ronaldinho" sob Dunga? Ilustração: Dalton Soares/Abril.com

A história é sempre a mesma. Ano de Copa do Mundo, todo mundo quer dar palpites na escalação da seleção brasileira. Em 2010, a grande questão tem sido a convocação ou não de Ronaldinho Gaúcho. Dunga já cansou de ouvir perguntas sobre o tema de jornalistas do mundo inteiro, mas não sabe que a situação pode piorar ainda mais. Tudo por causa de um garoto de 18 anos: Neymar.

O santista vem fazendo jogos excelentes no Campeonato Paulista. São oito gols, a vice-artilharia da competição e jogadas que fazem os adeptos do futebol bonito saírem da cadeira para ver o lance mais de perto. A pergunta que fica vendo o garoto jogar é: será que a sombra de Neymar sob Dunga será maior que a de Ronaldinho Gaúcho?

A primeira pergunta sobre Neymar para Dunga aconteceu recentemente. Com uma resposta seca e convicta, o técnico disse que só pretende dar chance para alguém que nunca foi convocado se for o novo Pelé.

Convenhamos que esta tarefa será um pouco difícil para ser cumprida, pelo menos por enquanto, mas o craque pode levar vantagem em alguns pontos para ter a primeira Copa do Mundo no currículo já agora. Há também aqueles pontos que jogam contra a ‘promessa’ brasileira.

Por que levar Neymar e deixar Ronaldinho na Itália?

1- O argumento daqueles que falam que Neymar é muito novo para ter uma chance na África do Sul cai assim que você estuda a história do Brasil nas Copas. Temos uma tradição de levar caçulas que são ótimos jogadores: Pelé, em 1958, Ronaldo, em 1994, e Kaká, em 2002, são alguns dos exemplos.

2- Neymar vem sendo o destaque no futebol nacional. Consegue unir agilidade, objetividade e habilidade em uma jogada. Pode resolver o jogo em um minuto, em um lance. Já imaginou Neymar contra os norte-coreanos? Já Gaúcho está irregular. Melhorou bastante em relação ao ano passado, mas está longe do que vimos no Barcelona, por exemplo.

3- O santista não enfrenta problemas com badalação, bebida e mulheres. Pelo menos por enquanto. Então o trauma de 2006 que acabou com uma geração não deve afetar o garoto. Dunga pode ficar tranquilo em relação a comportamento. Já Ronaldinho é uma incógnita. Recentemente, teve seu nome vinculado em festa antes do clássico na Itália.

Calma, fica para depois, Neymar! Vem Ronaldinho.

1- Ele é muito novo. Poderia ser o grande caçula da seleção, mas vai sentir a pressão de uma Copa do Mundo. Nunca jogou em uma competição internacional no profissional, só na categoria de base. A precipitação pode acabar queimando o jovem. Já Ronaldinho Gaúcho tem experiência de sobra em clubes e na seleção.

2- Ronaldinho Gaúcho tem uma bola parada verdadeiramente fenomenal. Qualquer falta que ronde a grande área pode ser decisiva. Em um time que tenha uma marcação muito forte, as cobranças de falta podem definir uma vitória. Sem contar que ele tem a chance de colocar a bola onde ele quiser em uma jogada aérea.

3- Já foi eleito duas vezes o melhor do mundo, em 2004 e 2005. Foi também escolhido como o melhor jogador da década entre 2000 e 2009. Os adversários respeitam só de olhar. Sem contar que joga na Europa, onde a maioria dos oponentes da Copa estão. Já jogou várias vezes na atual seleção e o entrosamento seria muito mais fácil. Neymar conhece alguns dos ídolos só pela televisão e pode ter dificuldades para se adaptar na seleção.

Você é o técnico:

E o que você faria? Levaria Neymar? Levaria Ronaldinho Gaúcho? Ou deixaria os dois em casa? Dê uma de técnico e fale quem merece a vaga no time de Dunga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...